terça-feira, 17 de março de 2009

A discriminação das crianças ciganas.

Estou perfeitamente estupefacto com o facto de no meu país ser possível colocar crianças de uma etnia afastadas das outras crianças e colocadas num contentor. Se isto não constitui uma discriminação intolerável, proibida pela Constituição, não sei o que mais o poderá ser. 
Não quero saber se os pais das referidas crianças concordaram ou deixaram de concordar com esta situação, e parece-me que a atitude da Alta-Comissária para a Imigração e o Diálogo Intercultural é de uma complacência absolutamente escandalosa. Só por humor negro se pode chamar a isto "um caso intermédio de integração", frase que aliás poderia ser aplicada a qualquer caso de discriminação. Isto lembra-me o velho "equal but separate", que servia precisamente para justificar a segregação dos negros na América. Se é para fazer este tipo de apreciações, pergunto-me que utilidade tem este serviço, que é pago com o dinheiro dos contribuintes.
Alguém deveria explicar aos apoiantes desta solução o que sente uma criança numa escola, quando vê os seus colegas colocados num edifício normal, e ela própria ser levada para dentro de um contentor, apenas por causa da etnia que tem. Mas pelos vistos a capacidade de indignação é algo que começa a escassear nos  tempos que correm.

Um comentário:

Reitor disse...

Gostei de ler um Professor Catedrático de Direito a censurar sem calculismos e meios termos este triste episódio.
Também o fiz
http://educacaosa.blogspot.com/2009/03/intoleravel-segregacao-racial.html