quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

A Universidade de Roma "La Sapienza" e Bento XVI

É absolutamente notável o editorial de José Manuel Fernandes, no Público de hoje, que se encontra transcrito aqui. Como professor universitário, não posso deixar de verberar o comportamento da Universidade de Roma "La Sapienza", quando manifesta oposição a receber alguém com a craveira intelectual de Bento XVI, que aliás iria efectuar uma magnífica exposição, que se pode ler aqui. É inconcebível que no Séc. XXI haja membros de uma Universidade que não saibam que a essência do conhecimento reside na discussão de pontos de vista, mesmo que deles discordemos. E o cancelamento de discursos programados, seja de um papa, seja de qualquer outra pessoa, em virtude da pressão de alguns opositores, é algo que de facto só julgaríamos possível nos regimes fascistas europeus dos anos 30. Este episódio preocupa-me, pois traz-me à memória as palavras finais do filme "O ovo da serpente" de Ingmar Bergman: "por baixo da casca fina, já se vê o réptil perfeito". A liberdade de expressão, valor essencial do espírito universitário, não deve ser posta em causa.

Um comentário:

tallonbozi disse...

Excelente! Abusiva a posição de alguns poucos pseudointelectuais de La Sapienza.

Viva o Papa!